quarta-feira, 23 de janeiro de 2013

Texto da escritora Maria do Carmo M. S. sobre o livro Poemas com destino certo

Amiga Cristina.
 
Foi com imensa alegria e um renovado prazer que li de um fôlego só o seu livro “Poemas com destino certo”. Realmente o título do livro coaduna-se com o seu objetivo: tocar o coração e as fibras mais sensíveis da alma de todos aqueles que vivem além dos incentivos do mundo material. Numa inflexão de musicalidade, sentimos a sua poesia com versos simples, de forma ligeira e sutil, guardando a impressão de alguém que amou e ama a vida e que passa por ela com sabedoria, profunda espiritualidade, dignidade e amor ao próximo e que usa a palavra para iluminar como o afirma no poema À palavra: “Há dentro de mim uma melodia/que clama: escrever para iluminar,/estado de poesia/estado de vida.”
Leveza e transparência, acordo íntimo com o universo que a cerca, e com aqueles para quais destina os seus versos, fazem dos seus poemas um canto de puro amor à humanidade. Que você continue a semear a esperança e a fé com seus versos que são um hino à vida. Lembro aqui as palavras de Cora Coralina ao referir-se ao fazer poético: “Não morre aquele que deixou na terra a melodia de seu cântico na música de seus versos”. Parabéns, amiga.
                                                                              Maria do Carmo M. Schneider

Nenhum comentário:

Postar um comentário